Prefeitura de Juazeiro capacita Moradores de Pinhões em mais uma oficina do projeto Fortalecendo o Semiárido

25 de setembro de 2019 at 16:24 Deixe um comentário

Fortalecendo o semiáridoA tecnóloga em alimentos da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP), Ataildes Pinheiro, realizou na sede do distrito do Junco-Salitre, em Juazeiro, mais uma capacitação gastronômica do projeto “Fortalecendo o Semiárido”. O projeto consiste na capacitação de empreendedores rurais do município, e tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico dos produtores da agricultura familiar, bem como qualificar, valorizar e padronizar a cadeia produtiva.

“Hoje tivemos a oportunidade de orientar sobre comidas feitas por Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) à base da palma aos empreendedores da comunidade. Sempre é uma satisfação proporcionar conhecimentos da culinária, empreendedorismo e boas práticas, despertando as inúmeras possibilidades com os recursos disponíveis na sua propriedade”, afirmou Ataildes, destacando que o curso contou com a presença de empreendedores de 18 a 50 anos.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária, Tiano Félix, o ‘Fortalecendo o Semiárido’ tem possibilitado um grande avanço para o empreendedorismo da zona rural de Juazeiro. “Um dos objetivos da Prefeitura, através da ADEAP, é fomentar e fortalecer políticas públicas voltadas para o desenvolvimento econômico da sede e do interior do município. O projeto tem buscado para essas pessoas oportunidades de crescimento, aprendizado e incentivo. Estamos satisfeitos com os resultados”, declarou.

Durante a capacitação, os 16 empreendedores presentes aprenderam a elaborar produtos a base da palma, banana e bode, como panqueca, beijinho, suco, mousse, bolo, almôndegas, lasanha, kafta, rocambole e diversos tipos de saladas. “Uma grande satisfação participar desse importante curso, fico grata por ter a oportunidade de ampliar o meu conhecimento sobre a culinária em geral. Preparar pratos saborosos e únicos é muito importante”, frisou a dona de casa Maria Aparecida de Jesus.

A utilização dos alimentos a base de PANCs é a forma de mostrar ao agricultor possibilidades existentes de uma alimentação alternativa. “Aconselho a todos experimentar porque realmente é fantástico, estou muito feliz com todo esse aprendizado”, destacou a empreendedora Jeane Maria da Conceição.

Entry filed under: Geral.

Operação ‘Maçã Podre’ prende três homens da mesma família por venda de iPhones roubados no norte da Bahia “Assistência Social de Juazeiro tem crescido e melhorado ao longo dos últimos anos”, afirma SESAU após MP apontar problemas nos centros de referência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Instagram

Não foram encontradas imagens do Instagram.