Anúncios

MINHA CASA MINHA VIDA EM PETROLINA: Muitas casas abandonadas enquanto varias famílias aguardam na lista de espera.

8 de fevereiro de 2019 at 16:25 Leave a comment

A dona de casa, Maria Freitas aguarda desde 2013 para ser beneficiada com uma habitação do Programa Minha Casa, Minha Vida em Petrolina-PE. Ela contou ao Nossa Voz que já participou de várias inscrições para diversos residênciais, mas ainda precisa morar de favor. “Já assinei vários documentos e até hoje eu não recebi. Já relatei minha história, recebi assistente social, fiz novos documentos. No mês passado eles me informaram que agora era só aguarda o banco e até hoje eu espero”, relatou.
Enquanto muitas famílias estão na lista de espera, Maria Freitas diz que algumas casas de residenciais do programa no município estão fechadas, alugadas irregularmente ou até mesmo abandonadas, servindo de ponto de drogas e prostituição. “A gente espera que a gestão resolva essa situação. Muitas casas estão se deteriorando. Do outro lado tem gente como eu que precisando de casa”, afirmou Maria Freitas.
Para saber o que a prefeitura está fazendo para agilizar o remanejamento das habitações abandonadas ou com irregularidades, no Nossa Voz entrou em contato com a assessoria. Em nota, a prefeitura informou que esse remanejamento depende dos entes financiadores, que são os bancos que financiam os empreendimentos. Quando a Prefeitura recebe denúncia ou faz fiscalização dos residenciais, ela prepara dossiês sobre o imóvel com possíveis irregularidades e encaminha para os bancos tomarem as providências, que podem ser desde reintegração de posse ou reforma em caso de imóvel abandonado. Somente depois que o banco sinaliza a disponibilidade do imóvel é que a Prefeitura indica a família, dentro daquelas que estão na lista de espera.   Fonte  Site da Grande Rio FM – Redação Nossa Voz,
Anúncios

Entry filed under: Geral.

Casal é preso com drogas e arma no bairro Itaberaba, em Juazeiro Dois ex-presidiários são assassinados em Petrolina

Deixe uma resposta

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed