Anúncios

Juazeiro BA – Denúncia: Água regrada no Conjunto Penal de Juazeiro causa revolta em agentes e detentos

11 11UTC outubro 11UTC 2018 at 08:55 Leave a comment

 

O Portal Preto No Branco recebeu mais uma denúncia vinda do Conjunto Penal de Juazeiro-BA. Desta vez, segundo informações, o problema é a redução do fornecimento de água para os internos e também para os agentes penitenciários que trabalham no local.

“Isso é um absurdo! Os supervisores receberam ordens da direção do Conjunto para regrarem a água consumida tanto por agentes, como pelo internos. Nossa região é muito quente e chega a ser desumana essa medida. Os registros estão fechados com cadeados e os agentes precisam solicitar ao supervisor que libere a água”, relatou o denunciante, que por medo de represálias, pediu para não ser identificado.

Ainda de acordo com a denúncia, a direção do CPJ alegou que os agentes estavam liberando muita água para os internos. “Sabemos que os presos estão pagando por seus crimes, mas isso não justifica essa prática desumana. A água é um direito nosso e dos presos. A direção precisa tomar providências e contratar mais carros pipas”, afirmou.

O denunciante também relatou superlotação no presídio: “O Conjunto tem capacidade para 739 internos, mas atualmente abriga quase 1.200”, acrescentou.

O agente penitenciário finalizou chamando a atenção das autoridades para os problemas que acontecem no CPJ. “Depois da criação da Associação dos agentes as coisas pioraram, pois nós estamos sendo perseguidos por nossos superiores. Alguns agentes já estão até com problemas psicológicos e psiquiátricos. Por isso pedimos que o Ministério Público e os órgãos competentes tomem providências”, finalizou.

Estamos encaminhando a denúncia para a direção da instituição, em busca de respostas.

Outras denúncias

No dia 17 de setembro o PNB recebeu uma carta de um detento do Conjunto Penal de Juazeiro, relatando algumas situações que estariam ocorrendo na instituição. “Quero comunicar o que está acontecendo aqui dentro. Não só no módulo 3, mas também nos módulos 1, 2 e 4. Alguns ‘prezados’ (agentes) estão faltando com o respeito. Chamando ‘nois’ de ‘viado’. Pedindo pra ‘nois botar a bunda na grade’. Tirando preso da cela pra bater e colocar na disciplina sem motivo. Um supervisor deu um tapa na cara de um rapaz pela grade, falando que ‘nois’ não somos homens , desfazendo ‘de nois’”, diz em um trecho da carta.

O detento também reclama da alimentação fornecida no presídio, da superlotação e da situação de presos com pena vencida. “A alimentação tá vindo ruim. Cuscuz crú, arroz com frango empanado, marmita quase vazia. ‘Nois’ estamos passando fome e sendo humilhados. A cadeia tá superlotada. Cela pra ‘8’, com ’10’. Preso dormindo no chão. Preso com cadeia vencida e ainda está aqui. Preso sentenciado tirando no módulo 4, regime fechado, sendo que era para tá no raio”, diz outro trecho do texto.

Anúncios

Entry filed under: Geral.

ELEIÇÃO 2018: CONFIRA AS CIDADES ONDE ISAAC CARVALHO FOI MAIS VOTADO Casa Nova BA – Homem encontrado morto em sua casa no Loteamento Gilson Viana

Deixe uma resposta

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed