Anúncios

Bebê nasce com mais de 6 kg e chama a atenção de médicos no norte de Minas Gerais

16 16UTC maio 16UTC 2018 at 07:24 Leave a comment

Um parto ocorrido na maternidade da Santa Casa de Misericórdia e Hospital São Vicente de Paulo em Porteirinha, no Norte de Minas Gerais, surpreendeu e chamou atenção dos médicos e funcionários da instituição. Nasceu no hospital um bebê do sexo feminino, saudável, com 6,126 Kg, praticamente o dobro da média de peso dos recém-nascidos, um caso raro.
A menina, que recebeu o nome de Jennifer Eloá, nasceu com 58 centímetros. A mãe é a doméstica Luzia Ferreira de Oliveira, de 37 anos, moradora de Paciência, distrito do município. Mãe e filha passam bem. Elas receberam alta do hospital nesta segunda-feira (15). Luzia teve o sétimo filho na última sexta-feira (11), dois dias antes do Dia da Mães. Jennifer Eloá veio ao mundo com um peso que, normalmente, só é alcançado por uma criança aos seis meses de vida.
De acordo com o médico obstetra Antônio Carlos Mendes Silva, que assistiu ao parto, um ponto que chamou a atenção foi que a mulher não apresentava nenhum problema de saúde, como diabetes, que poderia levar ao crescimento anormal do feto. Um aspecto importante é que, ressalta o médico, o parto ocorreu por cesariana, sem nenhuma sequela para a mãe e para o bebê.
“Me sinto honrado e abençoado pela oportunidade de proporcionar a felicidade e um momento especial para esta família. Cumpri o meu dever de trazer à vida e lutar pela vida”, afirmou o obstetra. “Em 28 anos de profissão, é a primeira vez que vi um caso desse”, admirou. Ele lembra que o peso “habitual” dos recém-nascidos fica em torno de 2,5 a 3,5 quilos.
De acordo com informações do hospital, Luzia teve os outros seis filhos por parto normal, todos nascidos com peso dentro dos padrões normais.
Anúncios

Entry filed under: Geral.

Casa Nova: Prefeito suspende operações de mineradora Confiram as vagas de emprego disponíveis nesta quarta-feira na Agência do Trabalho (Petrolina)

Deixe uma resposta

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed