Anúncios

Em desabafo, cantor Alan Cleber menciona vereadora assassinada no Rio de Janeiro e cobra respostas sobre o Caso Beatriz

22 22UTC Março 22UTC 2018 at 07:48 Leave a comment

O cantor Alan Cleber fez uma postagem em sua página no Facebook, relatando a tragédia ocorrida com a vereadora Marielle Franco, morta a tiros no Rio de Janeiro, comparando sobre o brutal assassinato da garota Beatriz Mota, em Petrolina. Acompanhe:

BEATRIZ NÃO ERA…

Não,não quero medir dores, não quero apagar uma vela e acender outra…
Não, não quero causar!
Quero pensar, e pensei…
Beatriz não era militante, não era uma mulher forte, politizada, vereadora…
Não era de comunidade, favela, não era negra, nem perseguida, não era gay, não era do povo, nem defensora de causas…
Não, não foram 4, 5 tiros, foram mais de 40 golpes de faca…
Beatriz era…
Beatriz…
Uma menina, criança, inocente, queria apenas sorrir, brincar, não queria mídia, não queria ser estopim de perseguição…
Beatriz era apenas uma vida em seu início!
Beatriz era, nem foi, nem é, porque a interromperam, dilaceraram sua vida, assim como outras e tantas MARIELLES, MARIAS…
Beatriz também quer…
Quer respostas, quer porquês, quer empenho tal como…
Quer justiça!
E assim se passam segundos, minutos, horas…
ANOS…
E Beatriz ainda “É” uma ardorosa, dolorida, espera…

Anúncios

Entry filed under: Geral.

Confiram as vagas de emprego disponíveis nesta quinta na Agência do Trabalho (Petrolina) Casa Nova: Prefeito prestigia posse do novo comandante da 25ª CIPM

Deixe uma resposta

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed