15 mitos e verdades sobre nome sujo no Serasa, SPC e SCPC

13 de fevereiro de 2018 at 09:41 Deixe um comentário


 

thinkstockphotos-122407013-620x330

Lentamente, a quantidade de brasileiros com nome sujo cai, com o aumento da confiança na recuperação da economia. Mas o Brasil ainda tem 60,4 milhões de inadimplentes, segundo o Serasa. Se você é um deles, é hora de buscar informações para regularizar sua situação.

Pensando nisso, o site EXAME preparou um guia de mitos e verdades sobre nome sujo, para esclarecer quais restrições a negativação traz e quais seus direitos nessa situação. Confira a lista de mitos e verdades a seguir e corra para limpar seu nome e reduzir as estatísticas.

1. A empresa precisa avisar que meu nome será negativado.
VERDADE. Quando a empresa credora coloca o CPF de um devedor no Serasa, SPC Brasil ou Boa Vista SCPC, o devedor tem direito a receber uma notificação do órgão de proteção ao crédito, informando que, se não quitar a dívida dentro de um prazo, seu nome será negativado.

O Código de Defesa do Consumidor determina que a notificação tem que ser enviada com antecedência, por escrito.

2. Se renegociar a dívida, meu nome continua sujo até quitá-la.
MITO. Ao renegociar a dívida, o consumidor tem que assinar um documento com os detalhes dessa renegociação, a dívida anterior é extinta e uma nova dívida surge. Nesse caso, seu nome deve ser retirado dos cadastros negativos após o pagamento da primeira parcela.

Se isso não acontecer, o consumidor pode entrar com uma ação judicial contra a empresa, pedindo a imediata exclusão e indenização. Porém, ao renegociar a dívida, o devedor precisa ter certeza de que conseguirá arcar com as parcelas. Se não conseguir cumprir com o combinado nas datas agendadas, seu nome volta a ficar sujo.

3. Meu nome pode ser negativado sem eu estar devendo.
VERDADE. Falsificações de documentos e assinaturas são muito comuns e podem levar consumidores à inadimplência injustamente. Nesse caso, ao ser notificado por nome sujo, é importante que o consumidor faça um boletim de ocorrência e procure a empresa credora para resolver a situação.

Também é indicado que o consumidor avise órgão de proteção ao crédito de que sua documentação foi clonada. “Ao saber da fraude, o bureau de crédito dá um tratamento diferente à cobrança”, explica Raphael Salmi, diretor de gestão e estratégia de Limpa Nome, do Serasa.

Se buscar a Justiça, o consumidor que sofreu a fraude também tem direito a ser indenizado pela empresa credora por danos morais, segundo Lívia Coelho, advogada da associação de consumidores Proteste. O consumidor só não tem direito à indenização por danos morais se já esteve com o nome sujo antes.

4. Posso receber mensagens e ligações insistentes de cobrança.
MITO. Receber diariamente mensagens e ligações de cobrança ou passar por situações de constrangimento pode ser considerado cobrança abusiva, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

“Se o consumidor se sente constrangido ou com a sua privacidade invadida, deve denunciar a empresa no Procon ou entrar na Justiça”, orienta Flávio Borges, superintendente de finanças do SPC Brasil.

Mas, para evitar amolações, é melhor se precaver. Quem está inadimplente deve buscar um acordo com o credor o quanto antes, para evitar que a dívida vire uma bola de neve no futuro. O consumidor pode procurar diretamente o credor ou utilizar os serviços de renegociação de dívida online dos cadastros de inadimplência como Serasa, SPC Brasil e Boa Vista SCPC.

Procons e associações de defesa do consumidor também podem ajudar nessa negociação com as empresas. Veja o passo a passo para limpar seu nome e dicas para renegociar sua dívida.

Além disso, consumidores podem bloquear ligações indesejadas ao se cadastrar em serviços dos Procons e do Ministério Público.

5. O banco pode impedir que eu abra uma conta.
VERDADE. O banco pode impedir a abertura de conta corrente e, para quem já é correntista, pode bloquear o cheque especial e suspender a entrega de talões de cheques.

6. O banco pode impedir que eu use meu cartão de crédito.
MITO. Quem já possui cartão de crédito e outros empréstimos pode continuar usando o serviço, mesmo com o nome sujo. “O banco não pode cortar um serviço que o cliente já contratou, nem alterar as regras do contrato sem avisar com antecedência”, explica Lívia, da Proteste.

Mas vale lembrar que todo cuidado é pouco com o cartão de crédito, para não se endividar ainda mais. Além disso, a instituição financeira pode dificultar a concessão de novos serviços de crédito, como cartões, empréstimos e financiamentos.

7. O banco pode impedir que eu pague contas no débito automático.
MITO. O pagamento de contas no débito automático é, inclusive, uma boa forma de evitar novas dívidas.

8. O banco pode descontar dinheiro da minha conta automaticamente.
VERDADE. O banco pode descontar dinheiro automaticamente da conta corrente por causa de um empréstimo não pago, desde que isso esteja previsto em uma cláusula no contrato. Segundo o Superior Tribunal de Justiça, o banco pode descontar o valor que quiser. Somente para empréstimos consignados, há um limite de 30% do valor em conta corrente.

Se o consumidor se sentir lesado por um desconto excessivo, que limite sua subsistência, deve buscar a Justiça para renegociar o desconto ou a dívida.

9. Posso ser recusado em uma vaga de emprego.
VERDADE. Desde 2012, o Tribunal Superior do Trabalho determina que qualquer empregador pode definir se contrata ou não um funcionário se o nome dele está sujo.

10. Um concurso público pode me eliminar.
MITO. Concursos públicos não podem eliminar candidatos por nome sujo, com exceção de concursos para o setor bancário, para cargos no Banco Central, na Casa da Moeda ou no BNDES, por exemplo.

11. A instituição de ensino pode recusar a renovação da minha matrícula.
VERDADE. Escolas e faculdades podem recusar a renovação de matrícula por inadimplência, desde que não haja constrangimento. Além disso, durante o ano letivo, a instituição de ensino não pode impedir o aluno de frequentar as aulas ou realizar provas, nem se recusar e entregar o certificado.

12. Posso ser impedido de tirar passaporte ou visto.
MITO. O consumidor não pode ser impedido de tirar passaporte, nem visto para o exterior, por causa do nome sujo.

13. Há um prazo máximo para meu nome ficar sujo.
VERDADE. Há um prazo máximo de cinco anos para que o CPF negativado saia dos órgãos de proteção ao crédito, a partir da data da dívida. Após esse prazo, o nome do devedor precisa ser retirado da lista de inadimplentes, ou seja, volta a ficar limpo.

Porém, depois de cinco anos, a dívida não deixa de existir e o credor ainda pode cobrá-la na Justiça. “Nesse caso, o devedor é obrigado a se manifestar e a arcar com o pagamento”, explica Lívia, da Proteste.

14. Outra empresa pode comprar minha dívida.
VERDADE. É comum que devedores recebam cartas ou ligações de outras empresas, dizendo que “compraram” a dívida do credor.

Porém, mesmo com a “cessão” da dívida para outra empresa, o prazo de cinco anos a partir da data da dívida para que o CPF negativado saia dos órgãos de proteção ao crédito continua valendo. Ou seja, o registro de inadimplência não é renovado por mais cinco anos.

15. O banco pode negar crédito depois que eu limpei meu nome.
VERDADE. O credor pode negar crédito ao consumidor que ficou devendo, mesmo que tenha pagado a dívida ou que o débito tenha caducado após cinco anos.

Nos bureaus de crédito, consumidores têm um score de crédito, uma pontuação que indica a chance de você conseguir empréstimos, financiamentos e carnês no mercado. Com nome sujo, a pontuação de crédito cai, mas pode subir com o tempo, na medida em que o consumidor realiza pagamentos em dia novamente, entre outras iniciativas.

“É como emprestar dinheiro para um amigo que demora para pagar de volta. Mesmo depois que ele paga, você fica desconfiado de emprestar de novo, mas com o tempo, retoma a confiança”, explica Raphael, do Serasa. Veja como checar sua pontuação de crédito e aumentá-la.

Exame Preto no Branco

Anúncios

Entry filed under: Geral.

SALVADOR PARABÉNS OS GUERREIROS PM BA SEGURANÇA TOTAL VÍDEO ABAIXO Juazeiro BA – Passageiro de moto taxi foi assaltado depois de levar um tiro no contorno do CEASA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Instagram

Carro-forte é explodido entre Santa Maria da Boa Vista e Lagoa Grande Vereador Bertinho viabiliza conclusão de primeira etapa de iluminação em Carnaíba 
O vereador, Bertinho da Carnaíba, viabilizou, através da Secretaria de Serviços Públicos (Sesp), a conclusão da primeira etapa da iluminação em Carnaíba do Sertão. A segunda etapa está prevista para ser finalizada na próxima semana. “Esta é uma reivindicação da população que chegou até nós. Conseguimos resolver com a Secretaria de Serviços Públicos. Agradeço ao secretário, Celso Cândido, que prontamente atendeu nosso pedido”, disse. Report this ad
Univasf abre seleção para estagiários das áreas de Administração e Direito

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) realiza processo seletivo para estágio com duas vagas, das quais uma para discentes do curso de Administração e outra para estudantes de Direito. Os interessados devem estar matriculados do 1° ao 3º período em qualquer instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Os candidatos selecionados irão atuar na Superintendência de Gestão de Pessoas (SGP). As inscrições são gratuitas e acontecem de hoje (20) até segunda-feira (26). Para se inscrever, é necessário preencher o requerimento de inscrição, disponível no Anexo I do Edital N° 1/2018, e entregá-lo juntamente com os documentos solicitados na SGP, localizada no prédio da Reitoria, andar térreo, no Campus Sede, em Petrolina (PE), no horário das 8h às 11h e das 14h às 17h. Os estagiários cumprirão uma jornada de 20 horas semanais, em horário oposto ao curso, e receberão bolsa de R$ 364,00 e auxílio transporte no valor de R$ 132,00 por mês, durante o período de um ano.

O processo seletivo será dividido em duas etapas, compostas por análise curricular e entrevista. A análise curricular será realizada em 28 de fevereiro e as entrevistas, em 1º de março. O resultado da seleção deverá ser divulgado em 2 de março e as atividades do estágio terão início em 12 de março. Preso tenta fugir da cadeia disfarçado de saco de lixo; veja vídeo

Um preso tentou fugir de uma forma inusitada da Delegacia Central de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele entrou em um saco de lixo, mas teve a tentativa de fuga frustrada pelo funcionário da limpeza. O caso aconteceu na tarde de sexta-feira (16), mas só foi divulgado nesta semana.

De acordo com o policial de plantão, o funcionário de uma empresa terceirizada desconfiou do volume e peso do saco de lixo quando foi recolhê-lo. Ao abrir para ver o conteúdo, a surpresa foi encontrar o detento encolhidinho e quietinho esperando para ser ‘jogado fora da cadeia’. Valdemir dos Santos, 26 anos, com passagem por roubo, acabou retornando à cela. Ele contou com a ajuda dos companheiros para ser amarrado dentro do saco.

Superlotação

A cadeia de São José dos Pinhais enfrenta uma crise de superlotação que só aumenta. Tentativas de fuga são cada vez mais frequentes:  No início de fevereiro de 2017, três homens foram presos do lado de fora do prédio enquanto realizavam uma operação de resgate de presos; em dezembro de 2018, 14 presos fugiram durante a madrugada por um buraco no teto.

A carceragem tem capacidade para abrigar oito pessoas, mas atualmente 44 homens se amontoam no loca. Doenças transmissíveis como sarna e tuberculose são comuns entre os detentos.

A Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp-PR), emitiu um nota informando sobre o funcionamento da transferência de presos. Leia na íntegra: “A Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná esclarece que a transferência de presos das carceragens para o sistema penitenciário só pode ser feito após autorização do Comitê de Transferência de Presos (Cotransp), que conta com representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, além do próprio Departamento Penitenciário do Paraná. As vagas só são abertas com a saída de presos e, para isso, é preciso autorização do Poder Judiciário.

Semanalmente é feita a transferência de até 150 presos em todo o estado. No último sábado (17), foram removidos 13 detentos da carceragem de São José dos Pinhais.

A solução para o Preso tenta fugir da cadeia disfarçado de saco de lixo; veja vídeo

Um preso tentou fugir de uma forma inusitada da Delegacia Central de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele entrou em um saco de lixo, mas teve a tentativa de fuga frustrada pelo funcionário da limpeza. O caso aconteceu na tarde de sexta-feira (16), mas só foi divulgado nesta semana.

De acordo com o policial de plantão, o funcionário de uma empresa terceirizada desconfiou do volume e peso do saco de lixo quando foi recolhê-lo. Ao abrir para ver o conteúdo, a surpresa foi encontrar o detento encolhidinho e quietinho esperando para ser ‘jogado fora da cadeia’. Valdemir dos Santos, 26 anos, com passagem por roubo, acabou retornando à cela. Ele contou com a ajuda dos companheiros para ser amarrado dentro do saco.

Superlotação

A cadeia de São José dos Pinhais enfrenta uma crise de superlotação que só aumenta. Tentativas de fuga são cada vez mais frequentes:  No início de fevereiro de 2017, três homens foram presos do lado de fora do prédio enquanto realizavam uma operação de resgate de presos; em dezembro de 2018, 14 presos fugiram durante a madrugada por um buraco no teto.

A carceragem tem capacidade para abrigar oito pessoas, mas atualmente 44 homens se amontoam no loca. Doenças transmissíveis como sarna e tuberculose são comuns entre os detentos.

A Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp-PR), emitiu um nota informando sobre o funcionamento da transferência de presos. Leia na íntegra: “A Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná esclarece que a transferência de presos das carceragens para o sistema penitenciário só pode ser feito após autorização do Comitê de Transferência de Presos (Cotransp), que conta com representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público, além do próprio Departamento Penitenciário do Paraná. As vagas só são abertas com a saída de presos e, para isso, é preciso autorização do Poder Judiciário.

Semanalmente é feita a transferência de até 150 presos em todo o estado. No último sábado (17), foram removidos 13 detentos da carceragem de São José dos Pinhais.

A solução para o Governo da Bahia abre mais de 2 mil vagas de estágio

O Governo do Estado da Bahia abre, nesta quarta-feira (21), 2.702 novas vagas para o Partiu Estágio. O edital do programa, que entra no segundo ano e já contratou 5 mil jovens no serviço público estadual, está disponível para consulta no site da Secretaria da Administração (Saeb). As inscrições podem ser feitas até o dia 12 de março, por meio do site do programa .(http://www.programaestagio.saeb.ba.gov.br/#/app/inscricao/login). Podem se inscrever todos os universitários residentes na Bahia e regularmente matriculados em cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia.

É necessário ainda que o universitário tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido pelo menos 50% do curso de formação.

O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a jovens universitários de instituições federais, estaduais e privadas da Bahia que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho.

É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Inscrições 
Os candidatos devem estar atentos às modificações no processo de inscrição. Inicialmente, é preciso acessar o site do programa, criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail. O sistema enviará para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição.

De posse dos dados e de volta ao site de inscrição, o candidato deverá preencher os dados cadastrais e, posteriormente, escolher o curso e o órgão em que pretende estagiar, além de especificar o turno.

Ele deve ficar atento ainda a um detalhe: apenas poderá escolher o curso e o órgão para estágio no município que estuda ou reside. 
O candidato terá que identificar o curso no rol de vagas oferecidas pelos diversos órgãos da Administração Pública Estadual. Após essa identificação, o candidato poderá escolher até três opções de estágio. Na finalização do processo de inscrição, o candidato receberá, no e-mail cadastrado, o comprovante ) Quatro editais de apoio à agricultura familiar, por meio do Projeto Bahia Produtiva, serão lançados na próxima semana. A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa, ao lado do secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, durante o #PapoCorreria, transmitido ao vivo pelo Facebook, nesta terça-feira (20). Os editais representam um investimento de R$ 98 milhões.

Dois editais são voltados às agroindústrias da agricultura familiar, com lançamento marcado para a próxima segunda (26), no Salão de Atos da Governadoria, em Salvador. O primeiro vai investir R$ 20 milhões em projetos para recuperação de agroindústrias. Já o segundo destinará R$ 60 milhões ao apoio à formação de alianças produtivas territoriais. “Nós fizemos um levantamento daquelas agroindústrias que estão paradas há pelo menos 20 anos e vamos apoiar para que volte a funcionar, gerando emprego e renda. São casas de farinha, unidades de mel, laticínios. Queremos colocar tudo para funcionar”, afirmou Rui.

Outros dois editais, cada um com investimento de R$ 9 milhões, vão selecionar projetos socioambientais para comunidades quilombolas e povos indígenas. O lançamento será realizado na terça (27), no auditório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Os editais estarão disponíveis no site da SDR após o lançamento. As propostas podem ser apresentadas a partir do dia 1º de março. “Todos os projetos terão o crivo técnico para serem aceitos”, acrescentou Rui.

Desenvolvimento rural

Na ocasião, Jerônimo destacou o impacto que o Governo do Estado vem provocando no rural baiano, levando desenvolvimento para todos os Territórios de Identidade. “Estamos fazendo uma agenda muito positiva com prefeitos, cooperativas, associações e consórcios. É uma alegria estar convidando o povo para a gente lançar mais quatro editais”. Nos últimos três anos, nove editais do Bahia Produtiva foram lançados, no valor de R$ 163 milhões. O projeto é executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à SDR, por meio de acordo de empréstimo entre o Governo do Estado e o Banco Mundial.

Secom-BA Obras do IML de Petrolina são paralisadas; trabalhadores denunciam salários atrasados e falta de segurança
IMG-20180215-WA0496.jpg 
Trabalhadores contratados para a construção do novo IML de Petrolina, através da empresa Construtora AR, que presta serviço ao Estado de Pernambuco, paralisaram as atividades nesta quinta-feira (15). De acordo com informações, os funcionários estão sem registro na carteira, sem receber salários e a obra não apresenta adequações necessárias na parte de segurança.

O Sindicato da Construção Civil de Petrolina denunciou a empresa e visitou a área reafirmando a alegação dos trabalhadores, que só devem retomar o serviço, após um posicionamento da construtora.

Confira abaixo imagens da obra paralisada: Cinemark em Juazeiro pede desculpas a deficiente visual que foi retirado de sala de exibição com seu cão-guia

A Cinemark, que fica no Juá Garden Shopping em Juazeiro (BA) emitiu nota pedindo desculpas ao deficiente visual Milton Pereira de Carvalho Filho.

Ele foi retirado do cinema com o seu cão-guia sob a alegação de que o mesmo não permitia a entrada e permanência de animais nas salas de exibição.

A Cinemark pediu ainda que Milton Pereira retornasse ao cinema como convidado. Confira a nota na íntegra:

A Cinemark pede desculpas ao cliente pelos transtornos causados e informa que orienta os funcionários de todos os complexos a receberem cães-guia, conforme a legislação vigente. O treinamento dos funcionários já foi reforçado para que casos como o relatado não voltem a acontecer. A Cinemark gostaria de contar com a presença do cliente no cinema, desta vez como convidado.

Siga-me no Twitter